fbpx

Vitima de um corte bárbaro, a Oliveira centenária que dava nome à rua na localidade de Janas desapareceu para deceção da população local que já conhecia aquela árvore desde sempre.

Foi erguido um memorial, e transplantada uma outra Oliveira também centenária oriunda da zona do lago do Alqueva no Alentejo, das várias e históricas árvores salvas da inundação provocada pela entrada em funcionamento da barragem e consequente subida da água.